Fale conosco

(21) 98378-0435

(21) 99999-2582

(21) 99835-3798

  • Facebook Social Icon
  • unnamed
CNPJ  28.326.681/0001-00

Gameterapia, você conhece?

O envelhecimento gera alterações em todas as variáveis do idoso, por ser um processo contínuo e progressivo, desencadeia declínios da capacidade funcional e cognitiva, impactando na qualidade de vida. Essas alterações comprometem o sistema responsável pelo equilíbrio corporal. Vamos entender resumidamente que equilíbrio corporal é a capacidade do indivíduo de manter, alcançar ou restaurar um estado de equilíbrio em qualquer postura ou atividade e sofre influência de mecanismos sensoriais e neuromusculares.

 

As doenças crônicas degenerativas juntamente com o processo de envelhecimento, afetam consideravelmente a vida do idoso. A perda da capacidade do controle do corpo é um dos mais importantes problemas que afetam a marcha e aumenta a chance desse idoso sofrer uma queda. A queda é uma das principais causas de internação hospitalar na população idosa, representa 56,1% dos casos em ambos os sexos.

 

As alterações da marcha podem ser impactadas não somente pela perda do equilíbrio, mas também pela perda de força muscular, que podem ser provenientes de processos como sarcopenia e disfunção da condição neuronal devido a degeneração dos neurônios. As alterações de marcha como tamanho do passo entre outros que decorrem do envelhecimento e podem se agravar com as doenças crônicas, aumentam também a chance de quedas. Uma vez que o idoso sofre o evento da queda, isto pode aumentar o medo de sofrer nova queda e com isso gerar alterações de marcha e equilíbrio, que em contrapartida, aumenta o risco de uma nova queda nesse idoso.

 

O tratamento fisioterapêutico envolve em exercícios de equilíbrio, força muscular, alongamentos, e atividades de dupla tarefas, onde o idoso precisa realizar duas atividades ao mesmo tempo, como andar e falar nomes de animais. No entanto é comum que alguns idosos se desestimulam durante as sessões de fisioterapia. Por tanto estratégias que mantenham o paciente motivado para a realização da fisioterapia, se tornam necessários no arsenal fisioterapêutico, uma delas é a Gameterapia.

 

Este termo se refere às sessões de terapia que utiliza a gameficação, tornem as sessões mais dinâmicas e divertidas. O uso de videogames com sensores de movimentos durante a reabilitação surgiu no Canadá em 2006. O principal benefício desta técnica é tornar a sessão mais dinâmica e prazerosa, diminuindo por exemplo dores ou desconfortos que podem ser comuns durante a terapia tradicional. Esta técnica já é utilizada por diversos profissionais em áreas diferenciadas, bem como por pesquisadores também, em outros países e no Brasil.

 

Um termo bastante utilizado para identificar os jogos, é Exergames, junção de exercícios (movimentos) com games (jogos), significa que são jogos que necessitam de uma ação física para a interação. Esses jogos funcionam com captação de movimento, onde o jogador é preciso se movimentar, ou simular um gesto esportivo, para que seu avatar (personagem dentro do game), realize os mesmos movimentos e por exemplo chute a bola para dentro do gol ou arremesse para a cesta, ou simplesmente simula uma caminhada.

 

Às vezes o próprio preconceito do terapeuta, privar o idoso de vivenciar uma relação saudável e prazerosa com a tecnologia, no entanto uma série de estudos já demonstram resultados positivos e uma boa aceitação dessa população com o uso de videogames na reabilitação. Schättin et al, 2016 demonstraram melhora da cadência e tamanho do passo em idosos que utilizaram games para o treino de equilíbrio e marcha. Outros estudos demonstraram que idosos que utilizaram o Nintendo Wii® obtiveram melhora na escala de Berg e na escala de Tinetti, obtendo melhoras para equilíbrio e marcha.

 

Lee et al, 2013, demonstraram que idosos diabéticos obtiveram melhora na capacidade de permanecer em apoio unipodal e no lado não dominante e a ter um alcance melhor, através do teste de alcançar a frente, quando os jogos do Playstation move®. Outros estudos demonstram também melhora da força muscular (sentar e levantar), capacidade de se levantar e ir (TUG), bem como passaram a ter menos medo de cair ao realizar atividades do dia a dia. Idosos institucionalizados também se beneficiam desta tecnologia com melhora na capacidade funcional. Um estudo desenvolvido pelo nosso laboratório demonstrou que idosos institucionalizados obtiveram melhora na capacidade cognitiva após 16 sessões com Nintendo Wii®, esta melhora pode ser observada inclusive em efeito agudo, logo após a primeira sessão. Sabemos que a melhora e preservação da capacidade cognitiva de idosos favorecem para um bom equilíbrio e marcha, bem como para evitar quedas.

 

Existem uma gama variada de videogames no mercado, Nintendo Wii, Playstation, Xbox Kinect, óculos de realidade virtual, então muitos me perguntam, qual o melhor para meu paciente? Sempre respondo que todos são válidos e possuem sua credibilidade científica, mas o que vai mesmo determinar qual irei utilizar, é meu paciente. É extremamente importante que o terapeuta avalie o paciente por completo, não só a capacidade funcional, mas também a capacidade cognitiva, pois caso a avaliação deixa a desejar, é bem provável que o sucesso desta técnica não chegue ao seu paciente. O bom entendimento do jogo, objetivo e ambiente proposto é crucial para o sucesso da terapia com games, mas não pense que apenas idosos preservados cognitivamente que podem usufruir da gameterapia, idosos com Alzheimer por exemplo podem realizar facilmente o videogame, podendo inclusive ter uma interação melhor com o jogo do que com o terapeuta pedindo para ele fazer qualquer movimento.

 

Além de utilizar jogos para movimentar os pacientes a gameterapia pode ser utilizada para avaliar o paciente também, por exemplo, a plataforma do jogo Nintendo Wii Fit plus®, pode ser utilizada para realizar uma estabilometria e fornecer dados diretos para o terapeuta. Esta mesma plataforma foi confrontada com padrão ouro para estabilometria (plataforma de força) e seus dados foram consistentes e bem correlacionados, por tanto é possível que o terapeuta realize uma estabilometria, inclusive na casa do paciente, sem que precise investir em equipamentos caros. Outra vantagem é que neste mesmo jogo citado é possível após as avaliações do próprio jogo que o paciente adquira uma idade, baseada em sua capacidade de controle corporal, tornando mais motivante a reabilitação, fornecendo desafio de conseguir “abaixar” a idade.

 

Muitos desses jogos citados e pesquisados até hoje são jogos comerciais, pois ainda existem poucos jogos voltados especificamente para a reabilitação, principalmente para a gerontologia, com isso é necessário avaliar muito bem o paciente e escolher muito bem qual jogo e plataforma utilizar. Algumas empresas, inclusive brasileiras, já criam jogos específicos para a reabilitação, como no caso da área uroginecológica, que já possuem games no mercado, no entanto para a gerontologia ainda é um mercado escasso. Jogos com ambiente e interação mais voltado para idosos e que possuem movimentos mais específicos para essa população são necessários. Enquanto isso existem uma série de jogos disponíveis no mercado que são muito bem utilizados para os idosos, trazendo benefício de se manter ativo e tornando o movimento e exercício uma experiência mais agradável e prazerosa.

 

Gostou das dicas? Se interessou mais na gameterapia?

 

Entre em contato, fornecemos cursos de capacitação de profissionais de saúde para a gameterapia.

 

 

Me. Luiz Felipe Figueiredo

Doutorando em Biomedicina Translacional

Mestre em Biomedicina Translacional

Especialista em Fisiologia do Exercício

Fisioterapeuta

Sócio e diretor da ALF Fisioterapia - facebook.com/alffisioterapia/

Professor da nova pós-graduação UNIGRANRIO

Membro do Laboratório de Neurociência do Exercício – LANEX facebook.com/neurociencia.exercicio

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Bate papo com Presidente da AFIDERJ.

September 4, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes

January 26, 2019

Please reload

Arquivo
Posts Em Destaque